terça-feira, 26 de outubro de 2010

O amor nunca acaba quando dizemos adeus.

Em um reino distante, perdido pelos séculos, um amor impossível foi escrito em uma carta de amor.

A você;


Escrevo em linhas o que meu coração sente hoje.

Deverás fosse fácil falar em despedidas, mas nunca é, mas neste instante ao invés de falar sobre dor e lágrimas, prefiro falar sobre amor, e o que aprendi com esse amor.

Falar dos momentos intensos e marcantes, dos beijos loucos e apaixonados, e daquilo que me deu mesmo sem saber.

Falar da coragem que aprendi a ter para acreditar em meus sonhos, para me entregar há um amor verdadeiro, de corpo e alma, sem medos ou culpas.

Coragem para lutar até o último minuto por você, estando disposto a abrir mão de tudo até da própria vida.

Você foi uma bênção em minha vida, me deu mais que amor ensinou-me a acreditar em mim, e jamais esquecerei isso.

Eu quis por milhares de vezes que o destino me trouxe-se você, mas talvez não seja esse o plano de Deus.

Quem sabe deveríamos apenas nos conhecer, viver este amor intenso, e seguir nossos caminhos com a certeza que temos sim nossa metade, por mais triste que seja se separar.

Independente de tudo, o que fica não são os últimos dias, as lágrimas ou a tristeza da partida.

Ficará teu sorriso, nosso olhar apaixonado, o seu modo de ser e as lembranças de um sonho que vivemos de verdade.

Bem sei que homens passam a vida sem saber o que é amar, enquanto eu amei com toda força minha alma gémea, lutei o bom combate acreditando na força do verdadeiro amor, não me sinto derrotado, mas sim um vencedor, por entender que a vida só tem sentido quando amamos e deixamos nos levar pelo amor.

Hoje percebo que este amor tão intenso e verdadeiro será sempre eterno, pois o amor não se faz de corpos, olhares, mas da pureza de um coração que se entrega sem esperar nada em troca.

Obrigado por me ensinar a amar, eu te amo, e que você possa ser feliz.

Sei que um dia nos encontraremos, talvez não aqui, não nessa vida, porque um amor verdadeiro nunca acaba quando dizemos adeus.

Um dia nos reencontraremos sim, mas sem barreiras, apenas nos dois, apenas UM, para sempre.


domingo, 24 de outubro de 2010

Traição

A traição é provavelmente uma das dores mais difíceis de suportar e ultrapassar. Seja num relacionamento conjugal, seja entre amigos, seja de que maneira for, nunca deixa de ser uma espécie de golpe invisível, porém, não menos doloroso.

A pessoa traída fica marcada para sempre, fragilizada, como se alguém tivesse queimado o seu sistema emocional e o pior de tudo, é que por norma carrega sentimentos de culpa, como se a outra pessoa tivesse traído a sua confiança por não ter alternativa, já que viver consigo, ou simplesmente ser seu amigo era “insustentável”.

Trair é um traço de carácter que nada tem a ver com a pessoa traída, mas com a incapacidade do traidor em assumir responsabilidades, compromissos, de entender o quanto fere o seu próximo com os seus esquemas e mentiras.

O traidor é alguém insatisfeito consigo próprio e joga com os sentimentos das pessoas, alimentando-se da adrenalina do secretismo e das meias palavras.

Pensa que tem tudo controlado, quando na verdade ele próprio é um ser descontrolado!

A menos que cresça emocionalmente, será sempre infeliz.

Se entretanto ele ou ela já foram embora e sente que o seu mundo desabou, nunca se esqueça que acabou de se livrar de um traidor, ou de uma traidora e que a culpa não é sua! Acredite que podia ser uma das pessoas mais belas e bem sucedidas do mundo que iria ser traída(o) na mesma, porque como já disse, tem a ver com a imaturidade e falta de carácter do outro.

Nunca é preciso trair. Nem sei o que é mais feio, se trair o marido, ou esposa,

se trair um amigo… é feio, é uma atitude cruel e egoísta. Limpe as suas lágrimas, levante-se, recomece e sinta-se feliz por ser alguém de confiança!


terça-feira, 19 de outubro de 2010

Saudade daquela Farra

video

Hoje eu senti uma saudade boa sabe? daquela farra boa.
Cantando agente inventa.
Inventa um romance, uma saudade, uma mentira...
Cantando a gente faz história.
Foi gritando que eu aprendi a cantar:sem nenhum pudor, sem pecado.
Canto pra espantar os demônios, pra juntar os amigos.
Pra sentir o mundo, pra seduzir a vida.
Eu gosto de pensar assim: se nós fizemos o que manda o coração, lá na frente, tudo se explicará.
Bons momentos deixam boas lembrança, para sempre! na memória e no coração.
Não importa quem você é, nem de onde você veio, o coração é sua identidade.
Eu acho que tenho três vidas: A minha, a que os outros inventam e a que minha mãe pensa que eu tenho.
O tempo não é algo que se possa voltar atrás.
Chega de tristeza, chega de solidão. Agora eu vou curtir a minha vida e não estou nem ai pro meu coração.

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Borboletas

havia uma borboleta que vivia triste, amargurada, chorava dia e noite não queria mais viver,olhava pelo horizonte procurando alguma coisa ou alguém que fizesse a felicidade voltar bater em seu coração,desesperada jaz sem esperanças saiu a vagar sem rumo, cabeis baixo sem forças ate para voar parou no tronco de uma árvore e as lágrimas começaram a descer sobre tronco ate encontrar uma rosa que ali estava plantada .Rosa essa vermelha linda cheia de vida ,com folhas verdes que brilhavam de tão linda que essa rosa era ,olhando para cima viu aquela borboleta triste chorando e disse para ela;

Não sei porque estas a chorar, mais vejo que você és uma linda borboleta e que asas maravilhosas que você tem, porque de tanta tristeza ,olhe para mim sou uma rosa linda folhagens verdes chego a brilhar ,mais olhe para os meus pés estão presos na terra não posso andar nem voar e mesmo assim sou feliz, jamais ficarei triste por isso, não sei o que esta acontecendo com você mais se olhar em sua volta vais ver que tem coisas acontecendo ao seu redor que são piores do que as minhas e as suas , por isso erga sua cabeça se alegre voe, voe, voe bem alto e mostre para você mesma que és capaz de ser feliz e não esqueça que você pode qualquer coisa desde que acredite em você .

A borboleta nem esperou a rosa terminar de falar e saiu voando e gritando eu sou feliz ,eu sou feliz .... eu acredito em mim .

A historia e real e verdadeira a borboleta e uma mulher que depois de abrir os olhos e ver o que estava acontecendo em sua volta começou acreditar que poderia ser feliz a rosa e um homem na qual fez a borboleta acreditar que amor ainda existe e que podemos procurar a felicidade dentro de nos ....


sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Quando o amor acabar

Até algum tempo atrás eu ainda acreditava no velho “e viveram felizes para sempre”. Hoje ainda acredito ser possível, mas isso é para poucos. Na vida, muitas vezes gostamos de uma pessoa com todas as nossas forças, mas aos poucos esse amor vai se esfriando, se apagando, até se tornar uma amizade ou simples comodidade. O culpado disso? Não, não é nem um nem outro. Faz parte da vida, só isso. Vários fatores colaboram: o tempo, a rotina, a convivência, enfim, a vida em si.

Chega então o dia em que o homem ou a mulher (quando não os dois) sente apenas um carinho pela outra pessoa, e não mais aquele fogo, aquela paixão arrebatadora. Fica o carinho e o respeito. A partir desse momento, essa pessoa começa a sentir o irreversível desejo de se apaixonar novamente. De sentir um frio na barriga, de suar frio, de tremer quando se aproxima da pessoa desejada.

Claro que nem sempre é fácil uma separação. Para um casal de namorados, fica um pouco de dor que logo passa e a vida continua. Para quem casou, é um pouco mais complicado. Para quem tem filhos, então é mais difícil ainda. Mas ainda assim, reitero, se o relacionamento não traz mais felicidade, de nada adianta seguir com ele. Só vai trazer mais angústia e sofrimento. Mesmo que seja muito complicado o processo de separação, talvez este seja o passo principal para que ambos possam começar a ter aquela velha alegria de volta.

Apesar de não ter tanta experiência assim no assunto, eu mesmo posso servir de exemplo. Há algum tempo, gostei muito de uma pessoa, fiz algumas “loucuras” em nome desse amor. Passado pouco tempo, eis que ela decidiu não querer mais ficar comigo. Devo dizer que as coisas já não andavam tão bem como antes, mais por ela do que necessariamente por mim. Então a convivência já não era tão boa quanto antes. Após o rompimento, sofri bastante, me vi em situações muito difíceis, dias haviam em que eu me sentia perdido. Mas conforme os dias foram passando, o tempo foi me mostrando que a situação em que eu estava não me trazia felicidade, era talvez uma ilusão, e apesar de toda a dor e sofrimento, eu diria que foi a melhor coisa que me aconteceu. E com toda a certeza hoje estou muito melhor que naquela época.

Então, encarar todo fim como sendo um novo recomeço faz com que as coisas não pareçam tão difíceis e assustadoras. Traz, inclusive, um sentimento de felicidade e esperança. Fomos feitos para amar e ser feliz e para isso que devemos viver, buscando o melhor para a nossa vida, sempre. Lembrando que sempre é hora de ser feliz, nunca, mas nunca é tarde demais. Temos sempre um novo dia pela frente, e devemos vivê-lo da melhor maneira possível. Uma frase que eu gosto muito de dizer é (nunca é tarde demais).


sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Ser casado (a)



Não sou casado! Porém, o que importa de colocar um texto que relata a vida de casados não é mesmo?

Dividir o mesmo teto.. dividir as despesas..
Dividir o último pedacinho da barra de chocolate
Dividir os problemas, as vitórias, os sonhos... a vida
Ser casado é aprender a dividir
É saber que nunca mais será só você
Saber que tem alguém com quem se pode contar
E entender que tem alguém que sempre vai precisar de você
O que antes era emoção muitas vezes vira rotina..
Não, rotina não é algo sempre ruim
A doce rotina de se estar junto
É uma alegria
Ter a certeza que é fato imutável a presença do outro do seu lado
É umas das certezas mais gostosas da vida

Ser casado é brigar e não conseguir ficar brigado por mais de cinco minutinhos..porque o outro tá ali, logo ali, do lado,e mesmo se ele estiver errado, você se lembra que ele é quem você escolheu, Ele é quem você sonhou pra ser seu,e agora é sonho realizado

Ser casado é pensar no plural, e não mais no singular
Ser parte de alguém e ter alguém como parte de você
É perceber que os dias passam muito mais rápido, desde que você tem todos os dias do seu lado mas, ao mesmo tempo, os poucos meses de casado já pareçamos.. a impressão que dá é de nem se lembrar como era sua vida antes dessa história começar
Enfim, depois de tanta divisão, tanta rotina..
Você descobre que um só dia longe parece tão doloroso, tão eterno, infinito...
E quando esses dias acontecem, você tem mais certeza do que nunca, que Deus não te colocou no mundo pra viver a vidas sozinho,
Mas ao lado pessoa, para todo o sempre.